Cotidiano

Sorteio – Wreck This Journal!

Lembra do Wreck this Journal, que comentei no Instagram? Passei boa parte do verão rabiscando os meus e admito, foi BEM divertido! Aí, como fazia muito muito muito tempo que não tinha um sorteio legal aqui no blog, lá foi Luísa comprar mais um pra ser sorteado aqui. :D

Wreck This Journal

Pra quem não sabe, o Wreck This Journal é um caderno que você vai destruir. Sim, DESTRUIR. Cada página tem algo pra você fazer, como molhar, colar alguma coisa, jogar o caderno pra cima…enfim, é pra você liberar o espírito criativo – e destruidor -que existe na sua adorável pessoa.

Pra concorrer, você pode se cadastrar em uma ou até todas as opções abaixo nesse widget bonitinho, e cada opção dá direito a uma inscrição a mais, ou seja, você pode se inscrever até quatro vezes!

a Rafflecopter giveaway

As inscrições vão até dia 03/08 e o resultado sai no dia seguinte. Boa sorte! =)

3 Comente!
Cotidiano

Tirar Dúvidas? Grupo do Blog no Facebook!

facebook

E o post de hoje é no clima da auto promoção, mas acho que é por uma boa causa e vocês vão curtir. Ano passado, eu resolvi abrir um grupo de fotografia do blog no Facebook, pra vocês tirarem dúvidas, darem sugestões de posts e tudo mais, mas como o blog ainda abrigava outros assuntos, a gente deixou o grupo cozinhar mais um pouco lá quietinho.

Só que de dois meses pra cá, quando a gente virou “oficialmente” um blog de fotografia, eu tenho recebido mensagens com dúvidas por todos os lados e confesso que nos últimos dias tive até dificuldade de raciocinar com tanta pergunta! Então, achei que tava na hora de ressuscitar o clubinho.

bem-vindo-aogrupo-de-fotografia!-5

Lá no grupo vocês podem fazer perguntas, tirar dúvidas várias coisas relacionadas a fotografia, ao blog em si, ao #desafioprimeira e também ao Blogando. Ou seja, qualquer dúvida que vocês acham que eu e o Fábio podemos ser úteis ( vai que?) só mandar por lá que a gente vai tentar ajudar na medida do possível.

Só peço duas coisas:

1- Fiz um post que tá fixo lá, com algumas regras gerais pra gente manter a ordem, a organização e a sanidade mental dessa blogueira que vos escreve. Então peço que vocês leiam direitinho e tentem manter a ordem.

2- Um pouquinho de paciência, porque como o grupo é moderado, eu libero um por um manualmente lá. Caso você não tenha clicado em um dos links anteriores, o grupo tá aqui.

E calma: Se você não tem Facebook, pode continuar mandando comentários e perguntas pelo formulário de contato, no Twitter, Instagram ou no luh@primeiraesquerda.com :)

2 Comente!

Limpando as lentes da sua DSLR!

Eu já devo ter falado aqui algumas vezes que quando a gente compra uma DSLR, a gente tem que comprar uma boa dose de amor pela coisa, já que apesar de bem resistentes, você não pode deixar elas jogadas de qualquer jeito como você faria com uma compacta, já que né? lentes sujam, arranham, sensores idem e acho que comprar uma DSLR é um investimento relativamente grande pra durar pouco por falta de cuidado.

Pensando nisso, montei esse post básico sobre como manter suas lentes limpas e assim aumentar a vida útil delas.

limpando lentes DSLR

Eu tenho essas 3 coisas pra limpar as lentes e nenhum produto líquido. Primeiro, porque tenho um certo medo de aplicar líquido nas lentes e acabar rolando algum problema e quando a sujeira é realmente pesada, o ideal é que você leve a câmera pra ser limpa em uma autorizada e não se meta a fazer sozinho.

“Mas Luh, acho a limpeza na autorizada muito cara”. Ok, pode não ser o serviço mais barato do universo em alguns lugares, mas sabe a história de que o barato sai caro? Se você se meter a fazer sozinho sem ter certeza do que tá fazendo, pode danificar suas lentes e câmera e com certeza a limpeza na autorizada custa menos do que um equipamento novo, né?

Eu gosto de fazer uma limpeza geral nas lentes de tempos em tempos, mesmo as que não usei muito e estão guardadas, mas principalmente depois de um dia de uso na rua. Na praia então, pelo amor de deus, limpe as lentes assim que puder! Lentes, areia e maresia não são o melhor trio do mundo.

A primeira coisa é fazer uma limpeza por fora, ainda com a lente tampada. Eu gosto de passar o paninho próprio e o soprador, pra tirar qualquer sujeita que possa estar presa no corpo da lente. Nessa parte de fora, você pode também usar um pincel macio, tipo esses de maquiagem, se preferir.

Pra limpar a lente em si, a coisa fica mais delicada e você precisa de um pouco mais de atenção e antes de mais nada: não tente limpar a lente soprando nela, o soprador tá aí pra isso.

O paninho é a melhor coisa pra limpar a superfície da lente, mas tem que ser um paninho próprio pra isso e não qualquer flanela, beleza? flanelas comuns soltam fiapos e a coisa toda piora mais do que ajuda. Esses paninhos você compra em lojas de produtos fotográficos ou aqui na maravilhosa internet. Nada que o Google não encontre, né?

limpando lentes DSLR

Caso a sujeira esteja nos cantinhos (entre a lente propriamente dita e o corpo) e não queira colaborar, você pode passar um cotonete nesses cantinho pra ajudar na limpeza, mas sem esfregar nem apertar! É só pra ajudar a tirar a sujeira dali, como nessa minha foto acima.

Basicamente, é isso que você precisa pra manter as lentes limpas da sujeira do dia a dia. Repito: sujeira pesada, leve numa autorizada e não se meta a fazer sozinho, ok? a limpeza ainda é mais barata do que uma lente nova! :D

11 Comente!
Fotografia

Baseada em Humans of New York, Humans of São Paulo

Humans of São Paulo

Tenho certeza que vocês conhecem, ou pelo menos ouviram falar do Humans of New York. Aqui mesmo no blog eu já falei do projeto e do livro, que é meio que o meu go to quando preciso restaurar a minha fé na humanidade. Várias cidades do mundo, como Boston e Paris já tem suas próprias versões da página. E você sabia que São Paulo agora também tem uma? Humans of São Paulo.

Quem conhece São Paulo sabe bem que a cidade abriga pessoas de todos os tipos, cheias de histórias, sonhos e curiosidades, sendo um prato cheio pra esse tipo de projeto. A página faz parte do projeto Humans of Planet Earth, que consiste em 100 fotógrafos contando histórias de 100 cidades diferentes ao redor do mundo.

A página ainda está no início, mas como é bem a cara de São Paulo, já tem bastante coisa pra contar.

Humans of São Paulo

Humans of São Paulo

Humans of São Paulo

1 Comente!

5 coisas que podem estar estragando as suas fotos

Fotografia é um exercício constante de aprendizado. Eu mesma, como entusiasta da coisa – acho que nunca vou me achar profissional, sei lá – todo dia aprendo uma coisa ou largo de mão algo que fazia e já não me serve mais. Depois desse post do Fábio que dava 10 razões pelas quais você pode nunca ser um bom fotógrafo, eu resolvi listar 5 coisas que podem estar atrapalhando sua fotografia, mesmo que você tenha tudo pra ser um fotógrafo bem bacana.

IMG_2999

1- Fotos tremidas:

Tripés são amigos, tripés são legais. Se você puder, compre um tripé e você vai ver como suas fotos vão melhorar. Se um tripé ainda não couber no seu orçamento ou na sua lista de prioridades, uma superfície firme já serve. Apoie a câmera pra evitar a tremedeira e seja feliz. Dica extra: se você está fotografando com o celular, tente apoiar seus cotovelos numa superfície firme pra evitar tremer na hora da foto.

2- Iluminação ruim:

Como já falei aqui, luz é elemento chave na fotografia. Tente fotografar em lugares bem iluminados sempre que puder. Luz ruim, foto ruim.

IMG_2471

3- Muita coisa ao mesmo tempo agora:

A foto deve ter harmonia, independente da quantidade de coisas nela. Fica confuso quando a foto tem um zilhão de elementos, cada um numa cor e tudo se atrapalhando. Vou olhar pra onde, meu deus?

4- Photoshop demais faz mal à saúde:

A gente ama Photoshop. Photoshop deve ser a melhor coisa depois da roda e da Paçoquita, mas tudo que é demais faz mal. Editar é maravilhoso, mas encerar a cara das pessoas e colocar todo o contraste do universo numa só foto não é. E por favor, vamos deixar a maldita cor seletiva em 2004? Obrigada de nada.

IMG_1977

5- Você se preocupa demais!

Menos é mais quando a gente tá começando. Comece devagar, desenvolva seu estilo e olhar fotográfico. Não se preocupe em fazer fotos malucas logo de início nem tentar impressionar ninguém! :)

9 Comente!
Blogando

Blogando: 15 coisas que devem te contar quando você começa um blog

15-coisas - Primeira à Esquerda

Uma coisa que acontece muito quando as pessoas descobrem que você tem um blog e que meio que trabalha com ele, é elas acharem que “meu deus, ser blogueiro, quanto glamour, quanta alegria, yada yada yada wiskas sachê” e olha, eu não quero desapontar ninguém nem nada, mas não é bem assim que a banda toca, principalmente porque blog não tem fórmula mágica e assim como tudo na vida, a experiência de cada um é só sua e nunca igual a de ninguém.

Então, no espírito do “não diga que eu nunca avisei” separei 15 coisas que muitas vezes ninguém te conta sobre ter um blog e que eu aprendo desde 2002, quando abri meu primeiro blog. Sim, sou velha, leave Luísa alone! :D

1- Tudo leva tempo:

Se você acha que vai abrir um blog hoje e vai ser “famoso”na quinta-feira, bad news for you: não, não vai. A não ser que aconteça algo muito bisonho ou um vídeo seu imitando a Lady Gaga só de lingerie caia no Youtube. Fora isso, duvido muito.

2- Ganhar dinheiro é possível, mas também leva tempo:

De novo, paciência é a chave pra ver um blog crescer. Paciência e conteúdo, obviamente.

3- Não tenha medo de errar e fazer mudanças:

Eu sempre tive tanto medo de errar que muitas vezes tinha ideias pro blog e ficava paralisada de medo de dar errado. Agora, se eu tiver uma ideia, venho pro blog e faço. Se não der certo, contou como experiência.

4- Seja organizado desde o começo:

Ser organizado desde a abertura do blog te poupa um tempão arrumando coisas e correndo atrás do prejuízo. Mantenha a ordem, sempre.

5- Imagens são importantes!

Ok, considerando meu amor por fotografia posso estar sendo meio tendenciosa aqui, mas imagens são importantes! E hoje, qualquer celular tira fotos bacanas, então não tem desculpa pra surrupiar as fotos dos amiguinhos, ok?

6- Gramática, sua melhor amiga:

Você pode ter ideias ótimas, imagens lindas e ser super bacana, mas se o seu texto parece ter saído de uma turma do pré II, vai ser difícil de aguentar, sério.

7- Frequência, frequência, frequência:

Falei sobre isso nesse post aqui. Seu blog nunca vai pra frente se você atualizar só em anos em que as Spice Girls ameaçam se reunir.

8- Seja você!

Se inspirar é bacana, válido e absolutamente normal. Copiar outro blog além de feio, faz você perder a oportunidade de mostrar quem você é.

9- Tem lugar pra todo mundo:

Ai meu deus, tem tanto blog por aí!“. Mas ninguém é igual a ninguém, ou pelo menos, não deveria. Não pense nisso como uma competição ou corrida maluca.

10- Seja honesto:

Ao contrário do que muita gente pensa, leitor não é idiota. Publicidade mascarada ou você recomendar algo que não tem nada a ver com você é uma coisa que se percebe e leitor sempre volta quando se identifica com você e com os seus valores. Não jogue eles fora por uma caixa de “mimos”, ok? ( meu deus, como eu ODEIO essa palavra!).

11- Seja legal com os seus leitores:

Eu entendo que às vezes não dá pra fazer tudo ao mesmo tempo e responder todo mundo, mas pra que ter um blog e se achar too cool for school e não interagir com seus leitores? vou morrer sem entender.

12- Organize seu layout:

As pessoas precisam encontrar o que procuram no seu blog com facilidade. Pra ficar procurando algo desesperadamente, a gente já tem os livros do Wally e as chaves de casa na bolsa.

13- Leia, pesquise, procure!

A melhor maneira de ter o que escrever é ter o que contar. Leia, pesquise sobre o assunto que você ama e SAIA DE CASA. Ideias vem quando a gente tem referências.

14- Divirta-se!

Se o blog te deixa mais irritado/chateado/tenso do que feliz, talvez não seja a melhor coisa pra você.

15- Jamais, sob nenhuma hipótese, ponha música automática no seu blog!

Pelo amor de deus, não.

14 Comente!