Fotos da Semana

Já pode chorar por não conseguir fazer tudo ao mesmo tempo? Mais uma semana termina aos trancos e eu só quero ter mais tempo pra fotografar, mas olha…

Todas as fotos e outras mais estão no Instagram. Segue lá! ;)

Luh Testoni Fotografia | Primeira à Esquerda

Luh Testoni fotografia | Primeira à EsquerdaLuh Testoni fotografia | Primeira à EsquerdaLuh Testoni fotografia | Primeira à EsquerdaLuh Testoni fotografia | Primeira à EsquerdaLuh Testoni fotografia | Primeira à EsquerdaLuh Testoni fotografia | Primeira à EsquerdaLuh Testoni fotografia | Primeira à EsquerdaLuh Testoni fotografia | Primeira à EsquerdaLuh Testoni fotografia | Primeira à Esquerda




Humans Of New York e a Minha Fé na Humanidade

Porque o livro Humans Of New York é muito amor.

humans of New York livro

 

Eu já fui a rainha do otimismo. Sério, Pollyana me invejaria fortemente. Eu também já tive uma fase Grinch, mas passou, em termos. Digamos que eu não seja exatamente pessimista em relação às pessoas, mas confesso que a minha fé na humanidade anda abalada e precisa de uma certa restauração de tempos em tempos. E uma das maiores fontes dessa restauração é o Humans of New York.

humans of New York livro

 

O Humans of New York, HONY pros íntimos, é um projeto do fotógrafo Brandon Stanton que começou de forma despretensiosa e acabou virando Best Seller do New York Times. Brandon trabalhava com trading e de repente, em 2010, se viu despedido e sem saber exatamente o que fazer da vida ( quem nunca?). Como nessa época ele já era um viciado em fotografia ( oi Brandon, bem-vindo ao meu mundo) ele resolveu que ia tentar seguir carreira na área.

Os pais dele, como quaisquer pais nessa situação, acharam que ele tinha completamente perdido o juízo. Onde já se viu largar uma carreira num ramo estável pra virar fotógrafo? Mesmo com a família questionando sua saúde mental, Brandon saiu numa “tour fotográfica” pelos Estados Unidos. Ele simplesmente chegava nas cidades e saía a esmo fotografando. Sem saber o que procurar, sem foco, sem nada. Quando viu, estava tirando muitas fotos de pessoas e elas pareciam bem mais interessantes do que as fotos de prédio.

Impressionado com New York e com a variedade gigantesca de pessoas, quando começou a fotografar na cidade criou um album no Facebook pessoal chamado “Humans Of New York“.

humans of New York livro

 

Depois de se apaixonar pela cidade e pelas pessoas, Brandon se mudou de vez pra lá em 2010. HONY começou como um Censo fotográfico da cidade no Facebook e no blog, que até então, Brandon nem sabia bem o que era. No primeiro ano, enquanto a ideia era apenas um censo de localização das pessoas na cidade, ninguém deu muita bola.

Daí, um amigo que trabalha com social media ( aliás, ele deve agradecer a esse amigo o resto da vida) o convenceu que uma fan page era muito mais apropriada para o projeto e talvez alcançasse muito mais gente com muito mais facilidade. Em um ano, a página tinha 500.000 fãs.

humans of New York livro

 

A mudança definitiva veio quando Brandon, começou a entrevistar as pessoas que ele fotografava.  Sempre com uma história inspiradora ou uma frase marcante do fotografado, HONY virou a sensação que é hoje. A cidade é cheia de pessoas incrivelmente diferentes com histórias que surpreendem, o que é o segredo não-tão-secreto do Humans of New York.

Com esse sucesso todo, a fan page virou um livro, com uma seleção de fotografias que foram tiradas nos últimos três anos. A brincadeira virou Best Seller. HÁ!

humans of New York livro

 

Quando eu falo da minha fé na humanidade, é disso que eu falo: Quando eu tô num dia rainha do pessimismo e acho que talvez a humanidade  não tenha jeito, eu dou um pulo na página do HONY no Facebook ou cato meu livro. Daí eu me lembro que tem gente inspiradora em todo canto, das mais variadas formas. E a gente nem precisa ir até o outro hemisfério pra encontrar.

Onde comprar: Amazon, nas versões capa dura e Kindle. ;)




Carta pra mim mesma, 10 anos mais nova.

 

logo-rotaroots

 

E eis que chega a blogagem coletiva de Março do Rotaroots. Nesse mês, foi inspirada nesse post do Hypeness e a ideia foi que a gente escrevesse uma carta pro nosso eu de 10 anos atrás. Confesso que fui resumida porque 2004 não foi o meu melhor ano e nem tudo a gente tem vontade de desenterrar, mas aí vai.

Então Luh, estamos em 2014, o que faz com que você perceba que sobreviveu a 2004, mesmo que agora aí, você aos 18 anos esteja achando que não vá passar dessa direito. Acredite, vai.  Eu sei que as coisas aí não estão essa maravilha e que 2004 não tem sido muito gentil com você, mas já que eu vim do futuro, deixa eu te ensinar uma coisa ou duas:

1- Isso aí vai passar. Eu, melhor do que ninguém sei que você tá achando que essa síndrome do pânico jamais vai te largar e você nunca mais vai sair de casa sozinha. Mas vai, mais rápido do que você pensa, aguenta aí. 

2- Pare de fazer as coisas por impulso:  Pense um pouco mais antes de chutar o balde. Não decida nada de cabeça quente e não fale nada na hora da raiva.

3- Você não precisa agradar todo mundo: não precisa. Repete mil vezes: NÃO – PRECISA. 

4- Ouça a sua intuição. Você já devia ter aprendido que cada vez que você a desobedece, você entra pelos canos, então pára de pagar de rebelde. Até porque, deixa eu te dar um spoiler: em 2005 você não ouviu sua intuição e entrou LINDAMENTE pelos canos. PARE, MULHER.

5- Não confie cegamente nos outros. Apenas não.

6- RELAXE! Você é muito nova pra estar aí com a cabeça cheia de preocupações, de verdade.

7- A fotografia vai te manter de cabeça fria na hora do aperto. Mantenha a câmera por perto.

8- Desista de tentar se encaixar em grupos que não tem nada a ver com você só pra se sentir incluída em algo. Se não acrescenta nada, só ocupa espaço.

9- Parece clichê, mas as coisas que são pra ser realmente dão um jeito. Você vai entender isso melhor quando chegar aqui.

10- Não deixe que as pessoas passem por cima de você. Não, não saia quebrando tudo, mas deixe seus pontos de vista claros. 

11- Você vai ter que esperar até 2013 pelo show do John Mayer, viu? mas vai valer a espera.

12- Chore mais. É sério, não tem necessidade nenhuma de tentar ser forte O TEMPO TODO.

13- Você vai se sentir como um alien em grande parte das convenções sociais da vida. Ache graça, não tem nada de errado em não ser muito convencional.

14-  As coisas não vão sair exatamente como você previa, desculpa te contar. Mas você vai gostar delas mesmo assim. =)




Comprando Pincéis de Maquiagem no Ebay

Comprando Pincéis de Maquiagem no Ebay, como faz?

comprando pinceis no ebay

 

Nesse post aqui eu contei que não sei me maquiar sem ajuda de pincel, lembram? daí eu lembrei que penei pra aprender pra que servia cada um deles – tem uns que eu ainda não sei direito! –  e resolvi montar uma série de posts sobre a utilidade de cada um, numa espécie de tutorial mulherzinha.

MAS, lembrei que nas duas ou três vezes que postei esses meus pincéis no Instagram e contei que ele vieram do maravilhoso mundo do Ebay, todo mundo me pergunta se é confiável, quais vendedores etc, então, antes de começar a série sobre o misterioso mundo dos pincéis de maquiagem, resolvi fazer esse sobre comprar os famigerados no ebay, pra já ir facilitando pra quem quer comprar eles agora ou tá precisando renovar, caso estejam em estado deplorável.

Deixa eu começar falando que: primeiro, eu adoro coisa da china. Sério, marca é um troço que simplesmente não me atrai nesses casos e eu nunca, nunquinha tive problema com encomenda internacional. Vira e mexe me taxam, mas QUEM NUNCA? Até acho que a Aduaneira tem uma plaquinha com meu CPF lá, porque tenho sido taxada A LOT, mas tá.

Segundo: Eu não sou maquiadora nem nada, então eu não tenho necessidade de ter um kit de pincéis carésimos e ultra profissionais. Cada caso é um caso. Eu me maquio, saio de casa, volto, tirei, acabou. Por isso, pra mim, esse tipo de pincel que é relativamente barato e beeem legais pro meu uso de dia a dia tá de bom tamanho. Se você acha que PRECISA de um pincel ultra mega master alguma coisa, vai fundo! Aqui nesse estimado blog eu dou dicas de coisas que EU costumo fazer, então, né? eu curto pincel da China, leave me alone.

Pronto, depois dessa lição sobre custo benefício, vamo lá:

Eu tenho dois kits de pincéis que vieram do Ebay, de dois vendedores diferentes. O primeiro é esse da foto do início do post, com a fofa da Bernardette, porque foi mais forte que eu. É um kit com 5 pincéis bem basicões. Na série que começa essa semana a gente fala de cada um deles separadamente, mas pra dar uma mão pra quem quiser comprar, eles são bacanas pra base, primer, pó, contorno…essas coisas que deixam a gente com cara gente e não de zumbi, sabe? pois é.

comprando pinceis no ebay

A listing exata na qual eu comprei já acabou, mas esses aqui são iguais, e o vendedor é bem recomendado, então dá pra comprar com uma certa tranquilidade.

O segundo é um kit na onda do exagero total, com 32 pincéis. Esses tem uma carinha bem mais bacana, sabe? não que eu tenha destruído nem nada, mas eles parecem mais resistentes, mais bem acabados, cabo de madeira e tal. É esse kit:

comprando pinceis no ebay comprando pinceis no ebay

 

Como falei, tem 32 pincéis, então não é por falta que não vai rolar uma maquiagem decente, tem pincel pra TUDO. Esses vieram desse vendedor e também chegaram aqui numa boa. Como vocês sabem, correio brasileiro tá em greve, então PACIÊNCIA na hora de comprar coisas, mas enfim.

Os dois kits são de material sintético, então nenhum bichinho fofo sofreu pra você comprar em paz na China.

Dúvidas sobre comprar pincel de maquiagem no Ebay? grita pra mim nos comentários! <3




Fotos de Uma Terça de Carnaval

Fotos de Uma Terça de Carnaval pra espantar o tédio

Pessoa carnavalesca que sou, resolvi passar o feriado cuidando da vida. Eu li, botei minha organização em dia e principalmente enfiei a cara nesse blog, já que aparentemente a minha inspiração pra manter isso em dia voltou. MAS, como descansar também se usa, hoje de manhã brinquei de turista em casa e fui fotografar até a chuva acabar com a minha alegria.

Eis algumas fotos que se salvaram:

fotografia Luh Testoni - Primeira à Esquerda

fotografia Luh Testoni - Primeira à Esquerda

fotografia Luh Testoni - Primeira à Esquerda

fotografia Luh Testoni - Primeira à Esquerda

fotografia Luh Testoni - Primeira à Esquerda

fotografia Luh Testoni - Primeira à Esquerda




Decoração do Amor

Eu devo ter sido uma decoradora nova iorquina em outra vida, porque sempre que aparece alguma matéria que junte decoração + Nova York eu simplesmente paro o que tiver fazendo pra olhar, ainda que fora dessa junção com a cidade, eu não tenha muito interesse pela coisa.

Hoje cedo, quando trabalhava no que eu chamo de modo lerdeza (feriado, mas não muito), vi essa matéria na Casa Vogue e caí de amores pela decoração. A casa é da Alison Aldrich, uma mulher de quase 70 anos que passou por poucas e boas na vida e conseguiu se reinventar depois dos 50, o que é um bom exemplo pra todo mundo, com decoração ou sem.

Segue as fotos do meu futuro apartamento apartamento da Alison. Só amor.

 

apartamento_ny_alison_aldrich_01 apartamento_ny_alison_aldrich_02 apartamento_ny_alison_aldrich_03 apartamento_ny_alison_aldrich_04 apartamento_ny_alison_aldrich_05 apartamento_ny_alison_aldrich_06 apartamento_ny_alison_aldrich_07 apartamento_ny_alison_aldrich_08