Fotografia . Blogosfera . Lifestyle

O blog no Youtube-2

Unboxing: LCD Touch BacPac pra GoPro

Pois é, começo do ano eu me rendi às câmeras de ação e fiquei com uma Polaroid Cube e uma GoPro Hero 3+. Tudo ótimo, tudo lindo, mas o fato de câmeras de ação não terem visor – teoricamente é desnecessário – me deixa um pouco nervosa, já que nunca sei o que raios tô enquadrando e se aquilo tá saindo como imaginei. Daí, de umas semanas pra cá resolvi carregar a GoPro comigo e fazer uma mini série, o que deixou o “problema” de falta de visão mais óbvio.

 LCD Touch BacPac pra GoPro

Mas Luh, você não usa o app do celular que dá pra ver?” sim, mas além de me irritar de ter que enquadrar olhando pra algo que não é a câmera, coisa que não me adapto de jeito nenhum, tenho evitado andar com celular na mão feito uma desavisada, já que em todo lugar tem rolado assalto e quanto menos bandeira você der, melhor.

Enfim, a solução que encontrei foi esse LCD Touch BacPac pra GoPro, uma tela LCD que encaixa na câmera e TCHARAM! você vê o que tá fazendo, olha que maravilha. Como chegou ontem, ainda não usei muito mas bora fazer o unboxing, né?

O que vem na caixa, além da tela obviamente:

  1. Uma caixa com acessórios, que são tampas traseiras pra caixa estanque:
    1. Uma tampa esqueleto, aquela que também vem com a GoPro e serve pra gravar com melhor qualidade de som, é aberta atrás e tal, uma touch a prova d’água, que pode mergulhar até 3 metros e você ver o que tá rolando, uma tampa comum, aquela padrão da caixa estanque e uma case pra guardar a tela LCD

Quando você encaixa a tela na câmera, fica certinho como ali na imagem 3.

 LCD Touch BacPac pra GoPro

 

O legal é que além de ver o que você faz, todas as configurações da câmera podem ser acessadas na tela, o que também facilita!

 LCD Touch BacPac pra GoPro

Sobre o touch: Quando postei ontem no Instagram ( segue lá pra ver as coisas antes!) um leitor comentou que o touch era ruim e olha, estou desde ontem fuçando essa tela e ela está funcionando perfeitamente, então é aquela coisa: ou eu tive sorte, ele teve azar ou nosso conceito de “bom” é diferente, mas enfim, essa aqui funciona bem ok.

Sobre a bateria: Também comentaram que o LCD come a bateria e como ainda não usei bastante, prefiro não me alongar nisso, apesar de que acredito que isso proceda mesmo,  é mesma coisa quando fotografo com o visor da Canon ligado e come bem mais bateria. Mas daí é questão de ver quando você precisa usar a tela ou comprar uma bateria extra, né? vai de cada um mesmo.

Enfim: existe? sim. funciona? sim. O unboxing tá na mão. Vou tentar usar o máximo possível e depois do feriado, quando vou realmente usar bastante, venho com um post sobre uso, combinado? :)

E caso você ainda não me siga nas outras redes, chega lá! Tem meu Instagram, tem também o @30daysoftoys, Twitter, Facebook e você pode me achar também no Snapchat ( luhtestoni).

Livro do Amor: Ache o Momo!

Se tem uma coisa que eu amo, é ver projetos fofinhos dando certo, principalmente se tem fotografia envolvida! O melhor é quando começa como uma coisa por prazer, sem nenhum tipo de pressão maluca pra funcionar e simplesmente acontece. E é mais ou menos assim que Ache o Momo parou na minha casa.

Ache o Momo Livro Luh Testoni Primeira à ESquerda

Eu imagino que você já conheça o perfil no Instagram que deu origem ao livro e tudo, mas vamos lá: @andrewknapp, o dono do Momo, um belo dia fez uma foto enquanto passeava com ele e ele acabou parecendo “escondido” na imagem. Ele pediu pra que os seguidores encontrassem Momo na foto – ele tinha 600 na época – e quando viu, milhares de pessoas acabavam indo ao perfil dele pra brincar de caça ao cachorro!

Ache o Momo Livro Luh Testoni Primeira à ESquerda Ache o Momo Livro Luh Testoni Primeira à ESquerda

Agora, o livro existe no mundo todo e Andrew e Momo estão rodando os Estados Unidos na kombi amarela linda deles fotografando e  se escondendo por aí.  Não bastasse toda a brincadeira, as fotos são incríveis e dá vontade de ficar sentada olhando o tempo todo.

Achei o livro na Livraria Catarinense aqui em Itajaí, mas dois segundos de Google e você encontra aí perto de você também. Fotografia + cachorro: não tem como não amar!

Ache o Momo Livro Luh Testoni Primeira à ESquerda

E aproveitando a conversa sobre projetos fotográficos, vem conhecer o meu! Tem 30 Days of Toys no Instagram e no Facebook:

5 dicas pra tirar o melhor de qualquer equipamento ( e parar de preguiça!)

Uma das coisas que mais aparecem nos emails e mensagens que eu recebo aqui no blog é sobre um tal de medo de mexer no equipamento. É claro que se você resolver dar uma de metido e resolver mexer no equipamento com uma chave de fenda a coisa vai dar meio errada, mas eu falo sobre o medo de explorar o equipamento e pior, a preguiça de testar.

Toda hora é um “tenho medo de mexer” ou um “Luh, socorro,não consigo fazer tal coisa!” aí eu pergunto se a pessoa pelo menos testou e 95% das vezes  a resposta é não.  Apesar de eu sempre tentar ajudar e nunca deixar vocês sem resposta, eu confesso que quando a pessoa diz que nem tentou eu me irrito um pouquinho, porque a sua fotografia só vai ter a sua cara SE VOCÊ METER A CARA E TESTAR.  E né? meus amigos, aprendizado e preguiça não combinam não. Enfim, bronca dada, eis 5 dicas pra tirar o melhor de qualquer equipamento

Primeira à Esquerda Blog Luh Testoni

1- O manual de instrução é seu melhor amigo:

Pode ser chato de ler? pode. Mas tem coisas que só ele pode te contar. Tire um tempinho e leia tudo com calma, um mundo novo se abre quando você faz as pazes com o manual.

2- Mexa nas configurações:

Não tenha medo de fuçar as configurações, as opções o e o menu da câmera. Ficou tudo preto? Alguma coisa ficou louca? Vai fuçando. Se bater o desespero, corre pro manual. Desde que você não saia marretando a sua câmera, as configurações sempre rola voltar atrás.

 

Benedito Calixto Primeira à Esquerda Blog Luh Testoni

3- Levante e vá testar:

Você nunca vai conseguir se não testar. Pegue o equipamento, seja ele super complexo ou só seu celular e USE. Esses dias mesmo tava eu “mimimi estou meio enferrujada pra usar a GoPro“. Será que é porque eu não usava a minha desde JANEIRO? Use e abuse dele.

4- O Google é um cara maneiro:

Antes de mandar um email desesperado pra mim, corre rapidão no Google. Não reclamo de responder jamais, de verdade, mas geralmente a dúvida é uma coisa super simples que o Google teria te respondido em milésimos de segundo e você esperou 12 horas até eu ver seu email por nada e já poderia estar testando a tal coisa que você queria. Não tenha medo de perguntar, nunca. Tirando meus livros de referência, o Google é meu salvador da pátria, mesmo. 😉

 

IMG_5444

5- Gambiarra é  a mãe da fotografia:

“Ai, não fotografo porque não tenho a lente X ou a câmera Y”. Minha parte preferida da fotografia é poder usar e abusar da criatividade. Nem sempre eu tenho o equipamento que eu gostaria ali na bolsa, principalmente se eu não saí basicamente pra fotografar, mas eu raramente desisto de uma foto por isso. Teste ângulos, teste distâncias, brinque na edição mesmo que seja no celular. A fotografia tem a cara que você dá pra ela. :)

Um Tema, Cinco Fotos: Hora da Aventura!

Acho que já podemos dizer com uma certa segurança que ter criado o 30daysoftoys( segue lá!) arruinou a minha vida. Num bom sentido, mas ainda assim.

Deixa eu explicar: quando eu falei no vídeo dessa semana sobre projeto fotográfico, eu esqueci de um detalhe: se você achar uma série que você realmente ame fazer e resolver se dedicar de verdade, corre o risco de você virar um workaholic louco que passa um bom tempo pesquisando ideias e no meu caso, andando em loja de brinquedo atrás de novas coisas pras fotos. Se você não viu o vídeo, assiste aí e aproveita pra se inscrever no canal:

Enfim, além de ter virado uma workaholic ainda mais louca depois disso, toda hora me aparece uma novidade aqui em casa e desde que o Mc Donald’s mandou os toys da Hora da Aventura, eu ando enlouquecida fotografando AND ainda achei a Princesa Caroço numa loja de brinquedo no shopping pra agravar o quadro da coisa toda. Daí acabei escolhendo NOVE das fotos que fiz da série pra trazer pro blog.

Ficam as fotos e a dica do dia: muito cuidado na hora de montar uma série porque você pode acabar se apegando.

Hora da Aventura 30daysoftoys luhtestoni
Hora da Aventura 30daysoftoys luhtestoni
Hora da Aventura 30daysoftoys luhtestoni
Hora da Aventura 30daysoftoys luhtestoni
Hora da Aventura 30daysoftoys luhtestoni
Hora da Aventura 30daysoftoys luhtestoni
Hora da Aventura 30daysoftoys luhtestoni
Hora da Aventura 30daysoftoys luhtestoni
Hora da Aventura 30daysoftoys luhtestoni

Lista desafioprimeira de Junho

E lá vamos nós de novo! Mais um mês outra lista do #desafioprimeira e milhões de ideias pipocando na cabeça de vocês que eu sei! Esse mês resolvi, pra lista desafioprimeira de Junho, ser meio sacana e se você conseguir reparar, tem temas que são pequenas variações de temas que a gente já fez, só pra todo mundo quebrar a cabeça um pouco, por que não?

Se você é novo por aqui, bem-vindo! todas as informações que você precisa estão nesse link. Prontos para a lista nova?

#desafioprimeira Junho!

Outras informações úteis:

Como participo?

Como falei no comecinho desse post, todas as informações sobre como participar estão nesse link.

Como vejo as listas anteriores?

Você pode conferir tudo o que a gente já fez aqui.

As fotos precisam ser minhas?

A ideia é essa. Claro que eu não tenho como controlar vocês e nem proibir alguém de participar se estiver usando fotos dos outros, mas a ideia é exercitar a criatividade e melhorar a fotografia, ou seja, PRATICAR!

Preciso me cadastrar?

Sim, o ideal é que você se cadastre no formulário no fim dessa página.

Lembrando que ainda estamos na lista de Maio, que você pode encontrar aqui. Bem-vindos e bom desafio!

5 dicas sobre séries fotográficas

Eeeeee voltamos à programação normal – eu acho -! Depois daquele meu drama todo de não conseguir produzir, querer sentar no chão e chorar, sinto que as coisas estão voltando ao normal no meu cérebro. E por isso, hoje é dia de vídeo! Falei um pouco sobre séries fotográficas, com dicas bem simples pra você conseguir criar e manter uma sem se descabelar nem nada.

Eu tenho experiência com uma série que deu certo, minha querida @30daysoftoys, que inclusive, vocês podem seguir no Instagram e agora também no Facebook, nessa caixinha marota aí:

E também com séries que deram errado, como minha de auto retrato que durou menos de uma semana. Enfim, no vídeo eu explico tudo isso um pouco melhor. Assiste aí as 5 dicas sobre séries fotográficas e não esquece de assinar o canal. 😉

AHHHH, amanhã é dia da lista de Junho do #desafioprimeira, YEY!